Marcelinho Carioca, o “Pé de Anjo”

Marcelinho Carioca (Marcelo Pereira Surcin) nasceu no Rio de Janeiro, no bairro de Sulacap, mas adotou São Paulo, há mais de 25 anos, como cidade do coração. De origem humilde, vendia picolés, refrigerantes e salgados nas praias cariocas para ajudar no sustento da família.

Filho do gari Adilson Surcin da Silva e da dona de casa Sueli Pereira da Silva, Marcelinho tem três filhos: Lucas e os gêmeos Matheus e Marcela.

É formado em Técnico em Mecânica pela Escola Técnica Visconde de Mauá. Cursou Educação Física e, no final de 2017, conquistou seu mais recente título: primeiro ex-jogador de futebol com diploma de jornalismo.

Marcelinho iniciou sua carreira no Madureira Esporte Clube, em 1979, onde atuou por sete anos e foi campeão da Taça Rio em 1986. Em virtude das suas boas atuações, ainda em 1986 foi comprado pelo Clube de Regatas do Flamengo por 500 mil cruzados. Atuou no rubro-negro carioca por sete anos e foi campeão da Copa do Brasil (1990), campeão Carioca (1991) e pentacampeão brasileiro (1992).

Vendido em 22/12/1993 ao Sport Clube Corinthians Paulista chegou ao clube para fazer história e vir a ser considerado o maior jogador da história corintiana, sendo eleito “Senhor do Centenário” nos 100 anos do Clube. Foram nove anos de atuação conquistando 10 títulos, marcando 206 gols, em 432 jogos, e encerrando sua trajetória no Corinthians como o 5º maior artilheiro do clube.

PÓS-FUTEBOL

É empresário e jornalista. Atua na área do terceiro setor de responsabilidade social, a frente do Instituto Marcelinho Carioca e da MC7 Soccer, empresa de gestão esportiva e de atletas.

Fez parte da equipe esportiva da rádio Transamérica e foi âncora do Programa de televisão Virando o Jogo, na rede RBI. Foi colunista do Diário de S. Paulo e secretário de esportes de Ubatuba, onde fez a diferença e deixou sua marca.

Atualmente é presidente nacional do Podemos Esporte, partido pelo qual também é candidato a deputado estadual.

LINHA DO TEMPO

1979 – Inicia carreira no futebol no Madureira Esporte Clube

1986 – Vai para o Juvenil do Flamengo

1988 – Pelas mãos de Telê Santana estreia no profissional aos 16 anos de idade, no dia 30/11, no clássico Fla x Flu. Entra aos 11 minutos do 1º tempo no lugar de Zico. O Flamengo vence por 1x0 com gol de Bebeto.

1993 – É vendido para o Corinthians. Chega ao clube em 23/12 para fazer história durante quase nove anos.

1994 – Veste a camisa da seleção brasileira numa disputa contra a Iugoslávia.

1996 – Disputa amistosos pela seleção brasileira contra Rússia e Inglaterra.

1997 – É vendido para o Valência, da Espanha. Eduardo José Farah, presidente da Federação Paulista de Futebol na época, compra o passe do jogador junto ao Valência. Depois cria o “Disque Marcelinho”, para o qual, por telefonema, os torcedores dos quatro maiores clubes do estado, São Paulo, Palmeiras, Santos e Corinthians,  escolhem o futuro do jogador. Assim, ele volta ao Timão.

1998 – Disputa amistosos com a camisa da seleção brasileira contra Iugoslávia, Equador e USA.

2001 – Pela seleção, disputa eliminatória para Copa contra o Peru.

2002 – É vendido para o Gamba Osaka, do Japão.

2003 – Retorna ao Brasil para vestir a camisa do Vasco. É campeão Carioca, campeão da Taça Rio e Campeão da Taça Guanabara. Em agosto do mesmo ano é vendido para o All Nassar, da Arábia.

2004 – Retorna ao Vasco e conquista a Taça Rio. Em Junho é vendido para o Ajaccio, da França

2006 – Volta a vestir a camisa do Corinthians. Torna-se o maior colecionador de títulos com a camisa corintiana em quase nove anos pelo clube, com 10 títulos: o Mundial de Clubes da FIFA de 2000, dois títulos do Campeonato Brasileiro de Futebol, uma Copa do Brasil, quatro Campeonatos Paulistas, uma Copa Bandeirantes e um Troféu Ramón de Carranza.

2007 – Vira comentarista esportivo na Rede Bandeirantes de Televisão. Em junho é contratado pelo Santo André, forma o Clube Empresa S.A e ajuda a equipe do ABC ser campeã paulista e vice-campeão da série B.

2009 – Leva o Santo André a retornar a elite do futebol, na série A.

2010 – Encerra a carreira no dia 14/01 vestindo a camisa do timão contra o Huracan. O Corinthians vence por 3x0. Com o título “Senhor do Centenário” encerra a carreira como Embaixador do Centenário sendo relacionado a vários eventos dos 100 anos do clube.

Hoje – É empresário e jornalista. Está a frente do Instituto Marcelinho Carioca e da MC7 Soccer, empresa de gestão esportiva e de atletas. Atualmente é presidente nacional do Podemos Esporte, partido pelo qual também é candidato a deputado estadual por São Paulo.

 

Marcelinho Carioca, o “Pé de Anjo”

Marcelinho Carioca (Marcelo Pereira Surcin) nasceu no Rio de Janeiro, no bairro de Sulacap, mas adotou São Paulo, há mais de 25 anos, como cidade do coração. De origem humilde, vendia picolés, refrigerantes e salgados nas praias cariocas para ajudar no sustento da família.

Filho do gari Adilson Surcin da Silva e da dona de casa Sueli Pereira da Silva, Marcelinho tem três filhos: Lucas e os gêmeos Matheus e Marcela.

É formado em Técnico em Mecânica pela Escola Técnica Visconde de Mauá. Cursou Educação Física e, no final de 2017, conquistou seu mais recente título: primeiro ex-jogador de futebol com diploma de jornalismo.

Marcelinho iniciou sua carreira no Madureira Esporte Clube, em 1979, onde atuou por sete anos e foi campeão da Taça Rio em 1986. Em virtude das suas boas atuações, ainda em 1986 foi comprado pelo Clube de Regatas do Flamengo por 500 mil cruzados. Atuou no rubro-negro carioca por sete anos e foi campeão da Copa do Brasil (1990), campeão Carioca (1991) e pentacampeão brasileiro (1992).

Vendido em 22/12/1993 ao Sport Clube Corinthians Paulista chegou ao clube para fazer história e vir a ser considerado o maior jogador da história corintiana, sendo eleito “Senhor do Centenário” nos 100 anos do Clube. Foram nove anos de atuação conquistando 10 títulos, marcando 206 gols, em 432 jogos, e encerrando sua trajetória no Corinthians como o 5º maior artilheiro do clube.

PÓS-FUTEBOL

É empresário e jornalista. Atua na área do terceiro setor de responsabilidade social, a frente do Instituto Marcelinho Carioca e da MC7 Soccer, empresa de gestão esportiva e de atletas.

Fez parte da equipe esportiva da rádio Transamérica e foi âncora do Programa de televisão Virando o Jogo, na rede RBI. Foi colunista do Diário de S. Paulo e secretário de esportes de Ubatuba, onde fez a diferença e deixou sua marca.

Atualmente é presidente nacional do Podemos Esporte, partido pelo qual também é candidato a deputado estadual.

LINHA DO TEMPO

1979 – Inicia carreira no futebol no Madureira Esporte Clube

1986 – Vai para o Juvenil do Flamengo

1988 – Pelas mãos de Telê Santana estreia no profissional aos 16 anos de idade, no dia 30/11, no clássico Fla x Flu. Entra aos 11 minutos do 1º tempo no lugar de Zico. O Flamengo vence por 1x0 com gol de Bebeto.

1993 – É vendido para o Corinthians. Chega ao clube em 23/12 para fazer história durante quase nove anos.

1994 – Veste a camisa da seleção brasileira numa disputa contra a Iugoslávia.

1996 – Disputa amistosos pela seleção brasileira contra Rússia e Inglaterra.

1997 – É vendido para o Valência, da Espanha. Eduardo José Farah, presidente da Federação Paulista de Futebol na época, compra o passe do jogador junto ao Valência. Depois cria o “Disque Marcelinho”, para o qual, por telefonema, os torcedores dos quatro maiores clubes do estado, São Paulo, Palmeiras, Santos e Corinthians,  escolhem o futuro do jogador. Assim, ele volta ao Timão.

1998 – Disputa amistosos com a camisa da seleção brasileira contra Iugoslávia, Equador e USA.

2001 – Pela seleção, disputa eliminatória para Copa contra o Peru.

2002 – É vendido para o Gamba Osaka, do Japão.

2003 – Retorna ao Brasil para vestir a camisa do Vasco. É campeão Carioca, campeão da Taça Rio e Campeão da Taça Guanabara. Em agosto do mesmo ano é vendido para o All Nassar, da Arábia.

2004 – Retorna ao Vasco e conquista a Taça Rio. Em Junho é vendido para o Ajaccio, da França

2006 – Volta a vestir a camisa do Corinthians. Torna-se o maior colecionador de títulos com a camisa corintiana em quase nove anos pelo clube, com 10 títulos: o Mundial de Clubes da FIFA de 2000, dois títulos do Campeonato Brasileiro de Futebol, uma Copa do Brasil, quatro Campeonatos Paulistas, uma Copa Bandeirantes e um Troféu Ramón de Carranza.

2007 – Vira comentarista esportivo na Rede Bandeirantes de Televisão. Em junho é contratado pelo Santo André, forma o Clube Empresa S.A e ajuda a equipe do ABC ser campeã paulista e vice-campeão da série B.

2009 – Leva o Santo André a retornar a elite do futebol, na série A.

2010 – Encerra a carreira no dia 14/01 vestindo a camisa do timão contra o Huracan. O Corinthians vence por 3x0. Com o título “Senhor do Centenário” encerra a carreira como Embaixador do Centenário sendo relacionado a vários eventos dos 100 anos do clube.

Hoje – É empresário e jornalista. Está a frente do Instituto Marcelinho Carioca e da MC7 Soccer, empresa de gestão esportiva e de atletas. Atualmente é presidente nacional do Podemos Esporte, partido pelo qual também é candidato a deputado estadual por São Paulo.

 

Marcelinho Carioca comanda tour na Arena: “Segunda casa”

O ex-jogador e grande ídolo da torcida do Corinthians, Marcelinho Carioca, fez as vezes de guia do tour da Arena no último domingo, em celebração ao Dia dos Pais. Entre brincadeiras, ensinamentos, risadas e até choro de alguns dos presentes, relembrou histórias de...

ler mais

Marcelinho Carioca irá comandar tour da Arena no Dia dos Pais

Um dos ídolos da torcida do Corinthians, Marcelinho Carioca será o guia do tour da Arena Corinthians no dia 12 de agosto, Dia dos Pais, em um evento especial para celebrar a data. O "Pé de Anjo", como é conhecido, acompanhará os torcedores que forem conhecer a casa...

ler mais

Bate-papo relembra os 20 anos do bi brasileiro do Corinthians

Fut-Encontro reúne convidados especiais para analisar a mudança do futebol e comentar a importância daquela equipe, que tinha, entre outras estrelas, o treinador Vanderlei Luxemburgo e o “pé de anjo” Marcelinho Carioca em grande fase Marcelinho Carioca, Ricardinho,...

ler mais

É hora de virar o jogo

Vivemos um momento de crise moral, ética e de confiança. O povo está cansado de tanta mentira e podridão em todas as esferas. Está na hora de virar o jogo.

Pagamos muitos impostos para ter serviços públicos de péssima qualidade e isso não é por falta de recursos. A falta de uma gestão eficaz e a corrupção, que se instalou em todas as instâncias, não permite que recursos cheguem aos seus destinos e sejam aplicados da maneira como precisam. Resultado isso é a péssima qualidade dos serviços públicos como saúde, educação, segurança, transporte, saneamento, entre outros.

Precisamos lutar pelo combate à corrupção que é a raiz de todo mal.

Enxergo a política como o meio mais eficaz de melhorar a vida das pessoas. Tenho certeza e convicção que esta é a minha missão e persigo isso com persistência. Acredito que minha trajetória me credencia para que eu possa realmente ajudar a população por meio de programas que permitam as pessoas ter mais educação, trabalho e qualidade de vida.  Estou preparado para criar políticas públicas que efetivamente sejam importantes para os pobres. Conheço e vivenciei ambientes de poucas oportunidades e venci. Minha missão agora é ampliar as oportunidades para as pessoas

Objetivos do seu trabalho 

  1. Desenvolver ações para que o esporte seja uma plataforma de oportunidades para os jovens;
  2. Lutar para que as empresas sejam estimuladoras de projetos que possibilitem diminuir a violência com ações que tragam lazer para a periferia;
  3. Transformar clubes e igrejas em ambientes que possam ajudar na capacitação da população, com ensino profissional e ações voltadas ao empreendedorismo;
  4. Criar grupos de interação e integração com a população.

 ISENÇÃO DE PEDÁGIO PARA APOSENTADOS E PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

Projeto de isenção de tarifa de pedágio nas rodovias estaduais para aposentados e portadores de deficiência que possuam veículos em seus nomes.

 IPVA

Projeto de alteração da data de pagamento do IPVA de janeiro para março ou abril

 CRECHE PRA TODOS

Estabelecer convênio entre governo e creches particulares para utilização de vagas ociosas.

 S.O.S TRÂNSITO LIVRE

Liberação dos corredores de ônibus para carros que transportem pacientes em tratamento grave de saúde como: câncer, hemodiálise, entre outros, previamente cadastrados na Secretaria de Saúde.

 NÓS TE LEVAMOS

Projeto de isenção de tarifa de transporte coletivo para crianças e jovens com idade entre 10 e 17 anos, que estejam participando de atividades esportivas e culturais e que estejam regularmente matriculadas nas instituições de ensino.

 ESCOLA EM TEMPO INTEGRAL

Lutar pela Escola em Tempo Integral, com aumento da carga horária de disciplinas como Matemática e Português e, também, inclusão de atividades esportivas e culturais

 CASA DO ATLETA

Implantação nas principais cidades do Estado de S. Paulo de núcleos de apoio aos ex-atletas em situação de pobreza, em parceria com entidades, onde serão oferecidos cursos de capacitação profissional, apoio jurídico, psicológico, médico, odontológico e encaminhamento profissional.

 VAI PRO BAIRRO

Programa de incentivo a pequenos projetos continuados de inserção esportiva e cultural nas periferias das cidades.

 

 CAROS COROAS

Reeditar os “Caros Coroas”, olimpíada da terceira idade, como forma de entretenimento, sociabilização e promoção de saúde.

 PROJETOS ESPORTIVOS NA GRADE DE ENSINO ESCOLAR

Implantação de projetos esportivos na grade escolar no ensino fundamental e médio.

 VAI PRO BAIRRO

Programa que incentiva pequenos projetos continuados de inserção esportiva e cultural para as periferias

 PROGRAMA PERMANENTE DE LIBERDADE ASSISTIDA (LA)

Implantação de atividades esportivas, culturais e educacionais, no contraturno escolar, nas casas de recuperação de menores infratores em liberdade assistida

 CASA DE ACOLHIMENTO DE MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Criação da casa de apoio às mães solteiras vitimas de violência doméstica, com ajuda psicológica, qualificação profissional e encaminhamento a programas de emprego.

 SAÚDE ITINERANTE

Em municípios ou bairros que faltem Unidades de Saúde, implantar programa itinerante de atendimento médico e multirão para realização de exames de baixa complexidade.

 ALIMENTOS ARTESANAIS

Permissão de comercialização intermunicipal de produtos artesanais como embutidos e condimentos.

 INCENTIVO ÀS CONSTRUÇÕES ECOLÓGICAS

Projeto de Incentivo às construções ecologicamente corretas, principalmente nas construídas pelo poder público de interesse social, além de escolas e creches

 BANDEIRA VERDE

Criação de Lei de Incentivo à agricultura orgânica e disseminação da tecnologia do plantio e seus benefícios

Palestras

Dinamize seu evento, motive sua equipe, reforce objetivos, apresente novas ideias e por fim conquiste comprometimento dos participantes, aliando conteúdo, experiência e entretenimento, através da figura experiente de Marcelinho Carioca.

Marcelinho, em suas palestras, aborda temas motivacionais, mas, também, podem ser preparados temas conforme necessidades específicas do evento e perfil do público.

Marcelinho também participa de tarde de autógrafos, feiras, congressos, eventos esportivos e lançamento de produtos.

Futebol das Estrelas e Fut Country

Marcelinho Carioca entra em campo com um elenco de jogadores renomados para vestir a camisa da sua cidade ou do seu evento,  em jogos comemorativos patrocinados. 

Tanto o Futebol das Estrelas quanto o Fut Country, exclusivo para arenas de rodeio, são oportunidades de proporcionar ao grande público a possibilidade de rever seus ídolos, fotografar ao lado deles e terem seus autógrafos.

O Instituto Marcelinho Carioca é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), sem fins lucrativos, certificada pelo Ministério da Justiça e qualificada pela lei 9.790 de 23/03/99 (Lei do Terceiro Setor).

Idealizado pelo craque Marcelinho Carioca, o “INMARCA”, instituto que leva seu nome, foi criado em 2003 e, desde então, através das vertentes do esporte, saúde, cultura, educação e empreendedorismo tem ajudado comunidades carentes, especialmente as crianças, através de atividades desenvolvidas em suas unidades de atendimento.

Revelando talentos

Braço esportivo do Instituto é a EBM – Escola de Bola de Marcelinho Carioca, cujas unidades estão na Água Rasa, em São Paulo; Campinas e, em breve, em Guarulhos e Santo André.

Alguns craques da seleção brasileira de futebol passaram pelas escolinhas do Instituto Marcelinho Carioca, como David Luiz e Lucas, atualmente defendendo o Paris Saint-Germain, na França; e o atacante  Willian, do Chelsea, na Inglaterra.

Na EBM a criança não pode ficar ociosa. Estuda, pratica esporte e recebe acompanhamento com equipe multidisciplina que conta com psicóloga, assistente social e equipe de enfermagem. Quem tira nota vermelha na escola fica impedido de participar dos jogos de futebol enquanto não melhorar as notas.

Assessoria de imprensa

Alessandra Zanchetta  (11) 99255-9531

Envie o formulário abaixo para obter valores e mais informações:

11 + 13 =